Capotamentos e quedas lideram causas de morte no trabalho em plataformas


capotamentos_quedas_lideram_mortes_plataformasQuedas de grandes alturas e capotamentos de plataformas foram as principais causas de morte no trabalho em plataformas elevatórias mundialmente segundo estudo divulgado no fim de 2014 pela International Powered Access Federation (IPAF)

Os dados, coletados desde 2012, pontuam constantemente, ano a ano, que as duas causas líderes de óbitos no trabalho em plataformas ocorrem não somente com operadores de plataforma, mas também com trabalhadores que exercem suas funções próximo aos veículos. No caso de funcionários que não trabalham diretamente com a plataforma, as causas também dividem-se em choques elétricos e pessoas prensadas entre a plataforma e outros elementos do ambiente.

Na primeira metade de 2014, foram contabilizadas 23 fatalidades no Reino Unido devido a acidentes em plataformas. Entre as causas estavam nove plataformas que viraram enquanto eram operadas, oito quedas, duas pessoas eletrocutadas, 3 prensadas e uma falha mecânica. Uma das pessoas prensadas morreu ao ser esmagada pela base de uma plataforma, aponta a IPAF. Segundo as últimas informações baseadas nos estudos feitos, não houve uma diferença significante entre a causa da morte e o tipo de plataforma que estava sendo operado.capotamentos_quedas_mortes

Apesar das estatísticas, a IPAF diz que de qualquer maneira as plataformas elevatórias ainda são uma alternativa que contribui para a segurança do trabalho em altura em relação a outros meios, como escadas ou andaimes.

O relatório do estudo realizado serve, entre outras coisas, para que sejam realizados projetos e designs mais seguros, fazendo com que a indústria de plataformas elevatórias garanta ainda mais segurança aos trabalhadores.

Comente pelo Facebook